Blog
Este livro é basicamente uma formulação científica do ditado “seja grato pelas coisas que você tem”. Ele estuda como ter muitas opções para cada escolha que fazemos na vida, ao  invés de nos deixar mais livres, nos deixa presos em buscas incansáveis por resultados perfeitos. 
A solução, segundo o autor, é parar de procurar as soluções, compras, empregos perfeitos, e se contentar com aqueles que são “Bons o suficiente” pra te deixar satisfeito. 
Claro que para nos designers essa não é uma tarefa fácil, já que somos treinados para buscar a melhor solução sempre, e não concordo com alguns argumentos do autor, mas acredito que podemos sim abrir mão de algumas buscas que nos tomam tempo demais e no final só trazem insatisfação.
Um daqueles livros que argumenta bem no primeiro capítulo e se repete pelas outras 200 páginas.

Este livro é basicamente uma formulação científica do ditado “seja grato pelas coisas que você tem”. Ele estuda como ter muitas opções para cada escolha que fazemos na vida, ao invés de nos deixar mais livres, nos deixa presos em buscas incansáveis por resultados perfeitos.
A solução, segundo o autor, é parar de procurar as soluções, compras, empregos perfeitos, e se contentar com aqueles que são “Bons o suficiente” pra te deixar satisfeito.
Claro que para nos designers essa não é uma tarefa fácil, já que somos treinados para buscar a melhor solução sempre, e não concordo com alguns argumentos do autor, mas acredito que podemos sim abrir mão de algumas buscas que nos tomam tempo demais e no final só trazem insatisfação.
Um daqueles livros que argumenta bem no primeiro capítulo e se repete pelas outras 200 páginas.

Aula com David Scothron da Product First, que contou as histórias e processos por trás dos rádios que desenhou para a Phillips, Sony e outras marcas. Muito bom conversar com alguém que tem experiência real com o mesmo trípode produto que você está fazendo.

Aula com David Scothron da Product First, que contou as histórias e processos por trás dos rádios que desenhou para a Phillips, Sony e outras marcas. Muito bom conversar com alguém que tem experiência real com o mesmo trípode produto que você está fazendo.

Aula de modelos com um dos caras que faz protótipos pra IDEO, Nokia , e etc. Basicamente recebemos desenhos e fotos de um rádio e tivemos que fazer em 5 horas um modelo em papel pluma que representasse o objeto de maneira fiel.
Alguns dos alunos reclamaram que esse exercício deveria ser dado no primeiro ano, e não agora. Concordo. Mas conhecer alguém que trabalhou na IDEO valeu o sofrimento. :)

Aula de modelos com um dos caras que faz protótipos pra IDEO, Nokia , e etc. Basicamente recebemos desenhos e fotos de um rádio e tivemos que fazer em 5 horas um modelo em papel pluma que representasse o objeto de maneira fiel.
Alguns dos alunos reclamaram que esse exercício deveria ser dado no primeiro ano, e não agora. Concordo. Mas conhecer alguém que trabalhou na IDEO valeu o sofrimento. :)

Uma boa ferramenta para decidir entre partidos de projeto: defina parâmetros para avalia-los, conte quantos pontos cada um fez, e descubra o mais consistente. 
É mais fácil visualizar com esses diagramas do que com aquelas famosas matrizes de requisitos.

Uma boa ferramenta para decidir entre partidos de projeto: defina parâmetros para avalia-los, conte quantos pontos cada um fez, e descubra o mais consistente.
É mais fácil visualizar com esses diagramas do que com aquelas famosas matrizes de requisitos.

Nossa pequena área de estudos. Além da óbvia disponibilidade de computadores, você pode pegar MacBooks emprestados, fones de ouvido, e usar a guilhotina e scanner a vontade.
Impressões são pagas, mais ou menos o preço no Brasil.
Mas o melhor é o modo como eles pensaram os ambientes, o mobiliário, que criam diferentes atmosferas pra diferentes tipos de trabalho. A burocracia pra entrar e sair da Learning Zone também é bem menor que a da nossa biblioteca, o que deixa as pessoas a vontade pra entrar e ficar. Eles tem uma das maiores coleções de livros de design e arte que existem, e nem por isso tem medo de furto e coisas assim.
E a cereja do bolo é a grande janela que da vista pra fonte da entrada. :)

Acho que nunca produzi tanto material em tão pouco tempo. Tivemos uma semana pra, a partir do briefing, estudar o relacionamento dos usuários de ferramentas Festool com rádios, estudar o futuro e o papel do rádio nos ambientes de trabalho, e propor 3 conceitos de produtos para serem levados a diante. Tudo individual. Tinha que trazer modelos também mas eu não consegui cumprir essa parte. 
Claro que é difícil se aprofundar na pesquisa como fazemos na Fau, mas ainda assim é importante notar que a pegada pode ser mais intensa, mesmo com prazos mais longos.

Acho que nunca produzi tanto material em tão pouco tempo. Tivemos uma semana pra, a partir do briefing, estudar o relacionamento dos usuários de ferramentas Festool com rádios, estudar o futuro e o papel do rádio nos ambientes de trabalho, e propor 3 conceitos de produtos para serem levados a diante. Tudo individual. Tinha que trazer modelos também mas eu não consegui cumprir essa parte.
Claro que é difícil se aprofundar na pesquisa como fazemos na Fau, mas ainda assim é importante notar que a pegada pode ser mais intensa, mesmo com prazos mais longos.

Briefing do primeiro projeto aqui da Central Saint Martins. Me deram uma marca pra estudar, Festool. Agora tenho que projetar um rádio pra eles.
Proposta meio esquisita e marqueteira, apesar que sim, reflete a vida real da profissão, acho que poderíamos estar discutindo coisas mais interessantes.

Briefing do primeiro projeto aqui da Central Saint Martins. Me deram uma marca pra estudar, Festool. Agora tenho que projetar um rádio pra eles.
Proposta meio esquisita e marqueteira, apesar que sim, reflete a vida real da profissão, acho que poderíamos estar discutindo coisas mais interessantes.

"We as designers have the responsability to make people’s time as painless, enjoyable, and delightful as we can. Because this is all there is. And it’s up to us to make it better."

Aral Balkan: superheroes and villains in design

Quote sobre o futuro no Museu de Transporte de Londres.

Quote sobre o futuro no Museu de Transporte de Londres.

"There’s a finite number of keystrokes left in your hands before you die. What you’re gonna do with em?"

Scott Handelman

Mapa mundi pra marcar os lugares onde você já foi. Quem nunca quis um desses? 
Espero ter mais pinos até o final do ano que vem :)

Mapa mundi pra marcar os lugares onde você já foi. Quem nunca quis um desses?
Espero ter mais pinos até o final do ano que vem :)

Quinto dia de aula, e já é a primeira entrega do projeto. O fato de ser integral também permite que cada grupo tenha 30 minutos ou até mais pra apresentar e receber feedback. Desse jeito a discussão vai bem mais longe.

Mais um dia de trabalho, agora tentando “descodificar” a marca Festool em seus conceitos. Estou impressionado com a velocidade com que o trabalho aqui deve ser feito. Menos de uma semana, já fizemos muito mais do que eu teria feito em um projeto no Brasil. 
E apesar do curso ser integral, alguns dos meus colegas do segundo ano já trabalham ou cooperam com escritórios profissionais, fazem trabalho pra clientes reais e encontram tempo pra fazer tudo isso com qualidade.

Mais um dia de trabalho, agora tentando “descodificar” a marca Festool em seus conceitos. Estou impressionado com a velocidade com que o trabalho aqui deve ser feito. Menos de uma semana, já fizemos muito mais do que eu teria feito em um projeto no Brasil.
E apesar do curso ser integral, alguns dos meus colegas do segundo ano já trabalham ou cooperam com escritórios profissionais, fazem trabalho pra clientes reais e encontram tempo pra fazer tudo isso com qualidade.

"We urgently need to do - and I mean actually do - something radical to avert a global catastrophe. But I don’t think we will.
I think we are fucked."

Stephen Emmot, ‘10 Billion’